“Somos o que fazemos repetidamente. Por isso, o mérito não está na ação e sim no hábito." ( Aristóteles )


segunda-feira, 18 de março de 2013

QUAL O SENTIDO DA PÁSCOA?

Você sabe qual a história da Páscoa, do coelho, do chocolate e dos ovos?

Não né? Pois então... vi uma explicação ótima no ótimo blog DCoração.

O tal blog é assinado pela adorável Vivianne Pontes que,

além de muito inteligente, é super criativa, generosa e tem um jeito bem descontraído de repassar suas descobertas.

Veja a explicação a seguir:


Então, afinal, o que é Páscoa?
Páscoa é um feriado religioso cristão. É a data em que os cristãos celebram a ressurreição de Jesus. Lembra a oração do Credo? “desceu à mansão dos mortos, ressuscitou ao terceiro dia”*. Esse “terceiro dia” era domingo (Segundo Marcos 16:2). E esse domingo era dentro do feriado de Páscoa judeu. Ué? Então já existia Páscoa antes da Páscoa? Como é isso?

Gente, o homo sapiens, ou seja, nós, ocupamos a terra há duzentos mil anos. Na mais curta das hipóteses, a antropologia considera 30 mil anos de “comportamento moderno”*. A história existe antes da história contada nos livros. E, nos casos das religiões, a religião posterior costuma se apropriar muito bem da religião anterior, que nessa história, nesse tempo, e nesse lugar (Jerusalem), é o Judaísmo.

A Páscoa ou Pessach judeu
Lembra das 10 pragas do Egito? Que Moisés rogou no faraó? Mais ou menos, né? Então tia Wiki (pédia) vai te contar melhor*. A 10a praga do Egito era “a morte dos primogênitos”. Sei dizer que, se você era judeu, tinha que marcar a porta de sua casa com sangue de carneiro, e daí a morte passava direto e o primogênito naquela casa era poupado. O significado da palavra Páscoa (português), ou Pesach (hebraico) e de Passover (inglês) é “passar direto”. Foi um marco para o fim da escravidão dos judeus no Egito.

E o ovo? Qual o significado do ovo na Páscoa?
Taí mais uma tradição que é mais antiga que a Páscoa cristã, mas que foi apropriada por essa religião. O ovo é símbolo de fertilidade e nascimento da vida. Muitos séculos antes do nascimento de Cristo, a troca de ovos no Equinócio da Primavera (21 de Março) era um costume que celebrava o fim do frio inverno, e o início de uma estação marcada pelo florescimento da natureza. Quando a Páscoa cristã começou a ser celebrada, a cultura pagã de festejo da primavera foi integrada na Semana Santa. Os cristãos passaram a ver no ovo um símbolo da ressurreição de Cristo. 


Sim, ovos. Mas de chocolate?
Até aí eram ovos-ovos. O ovo de chocolate* é um costume beeem mais recente, que começou no século XIX. Primeiro os pâtissiers franceses e alemãos recheavam os ovos de galinha, depois de esvaziados de clara e gema, com chocolate e os pintavam por fora (assim). Depois inventaram os ovos moldados, e isso foi quase no século XX. O resto da história você conhece, e vê no supermercado.

E o raio do coelho? Que tem a ver? 
O coelho não bota ovos (duhhh). Ele traz os ovos. :-) Pelo menos foi assim que começou a lenda, que inicialmente nem era de coelho, era de lebre. A história é tão maluca, que vou tentar simplificar. Até o século XVII, pelo menos, acreditava-se que a lebre era hermafrodita, além de superfértil. Assim, a lebre, também como o ovo, era símbolo pré-cristão de nascimento e fertilidade, e do Equinócio da Primavera. Juntar tudo na mesma história nem foi difícil. Difícil é entender a conexão :-D

E agora, veja esse vídeo maravilhoso encenado só por criancinhas contando a história da Páscoa baseada no Novo Testamento...

Vídeo- A história da páscoa contada por crianças




Gostou da história da páscoa contada dessas duas maneiras???? Deixe seu comentário e volte sempre.

15 comentários:

  1. Hola Margarete! Seguí la huella que dejaste en mi blog. Me encantó tu lindo espacio, acá me quedo feliz!! Buena semana para ti! Un beso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom tê-la aqui no meu cantinho Carolina. Você é sempre bem vinda!
      Um beijo!

      Excluir
  2. Adorei conhecer mais sobre a pascoa.
    Bjos e tenha uma ótima semana.

    ResponderExcluir
  3. Que bom que tenha gostado Anajá. Volte sempre.
    Beijos e ótima semana pra você também.

    ResponderExcluir
  4. Olá Margarete!!!
    Eu amooo a páscoa, acho que é uma data muito especial...me lembro de quando meu filho era pequeno e passávamos noites, eu e meu marido preparando suas cestas com muito carinho e criatividade, só para ver seus olhinhos brilharem de encanto e magia ao encontrá-la pela manhã, sempre com um café da manhã especial, com sabor de páscoa...ahhh como é bom comemorar a páscoa com quem amamos!!! Adorava fazer trilhas de patinhas de coelhos...rs...bom vc pode imaginar que até coelho de verdade colocamos em uma delas...uffa...ele quase não ficou quieto...aí recebeu o nome de pipoca, fazendo jus a inquietude...rs, e depois ganhou uma companheira, que graças a Deus por engano era machinho tbém, senão hj estaria doando coelhinhos!!!
    Adorei o post, lúdico e elucidativo...parabéns!
    Bjos na alma e no S2

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Deby!
      Pipoca...ganhou uma companheira que era macho...hehe...engano providencial pra não aumentar a prole...
      Muito legal ler essas histórias e a gente se reportar no tempo...sim, também lembro de meus pequenos com os primos. Eu e minha cunhada escondíamos as cestas no jardim, não muito alto e uma vez os cachorros encontraram as cestas antes de as crianças acordarem...hehe.
      Obrigada pela visita sempre especial. Beijos!

      Excluir
    2. Margarete...kkkkk...então deve ter sido a páscoa dos cães, e os ovos quase nem chamam a atenção de tão coloridos que são...rsrs...adorei!!!
      Bjos no S2
      Deby

      Excluir
    3. Sim, mas chegamos a tempo de salvar algumas cestas...rs

      Excluir
  5. Querida,muito bom o seu post...
    Adoro a época da Páscoa apesar de não gostar de chocolate. Mas gosto pelo lado religioso da questão, desde pequena fui criada respeitando e admirando a Páscoa. Seu post ficou muito bom e seu blog é uma delícia de visitar.
    Feliz Páscoa!
    Cris

    ResponderExcluir
  6. Olá Cris!
    Estar na Páscoa com quem amamos é melhor do que chocolate né Cris. Aliás, meus filhos nem querem saber mais de Ovo de Páscoa, o que passa a ser uma economia.Venha sempre aqui, você será sempre bem vinda. Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Ola Margarete
    Desde pequena a páscoa foi muito importante para mim,pois eu creio no Deus vivo e na ressureição de Cristo.Tento passar este significado a João e ainda bem que sua escola é catolica e explica este fatos.lindo post querida. A páscoa traz_me excelete recordações,os almoços com toda famila na casa de minha avó materna e tambem paterna,ambas mulheres guerreiras e servas de Deus.Mas sou chocolatra e vivo no pais do melhor chocolate do mundo,então entrego-me aos prazeres da gula. Querida,lembro-me que disses-te que teu filho vive a Holanda,se vinheres entre Abril e inicio de Junho,vale a pena visitar este parque,linda sexta,beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Patrícia!
      Pois é querida, independente de religião, o fato é que todos nós precisamos ressuscitar muitas vezes, por motivos maiores ou menores, caímos e levantamos, num interminável desafio de absorver a vida em todas suas alegrias e dificuldades. Que possamos manter nossa capacidade de nos reinventar sempre né? Os momentos com quem amamos são "sensações" maravilhosas que carregamos como um diamante pela vida afora. E seu João é um menino abençoado por tê-la como mãe. Não vejo a hora de abraçar meu filho na Holanda e conhecer um pouco da lindeza de lá. Obrigada pelas dicas querida! Beijos quentinhos pra você.

      Excluir
  8. Hola Cris que bueno su post sobre la Pascua . Ya que para mi y todo católico es una fecha muy importante ya que se celebra la resurrección de nuestro señas jesucristo - Mucho se ha transformado solo en los huesitos y conejito y esos esta bien, pero no es el fondo del asunto
    cariños

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que o sentido da Páscoa seja sempre lembrado né Angélica? Beijos!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...